Faça uma busca

Google
 

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Genealogia 9: Clementes

Em minhas pesquisas passadas na freguesia de Nossa Senhora da Estrela da então vila de Ribeira Grande, na ilha açoriana de São Miguel, onde felizmente encontrei alguns antepassados, descobri muita gente de sobrenome "Clemente" no período entre os séculos XVI e XVIII. Tal fato de chamou a atenção, pois em outras freguesias e ilhas não tinha achado tal sobrenome.
A curiosidade me fez procurar por casamentos desta gente, e acabei levantando as origens de alguns ramos com o dito sobrenome. Como os registros só iam até cerca de 1570 não pude achar a origem remota de todos os ramos, mas percebi que em alguns dos ramos chegavam a ancestrais de nome Clemente. Pensando um pouco sobre o assunto, cheguei à conclusão de que a origem era obviamente patronímica, e que não havia uma só família. Por volta do século XVI, muitos nascidos por lá tinham o prenome Clemente, e batizaram seus filhos com patronímicos: Um Clemente Gonçalves, por exemplo, teve uma filha Francisca Clemente. Com o tempo o patronímico "congelou" e virou sobrenome.
Mas... por que tantos Clementes nesta época.
A resposta é religiosa...
Clemente, do latim clemens, foi nome diversos papas, dos quais o primeiro virou santo, São Clemente. Quem seriam os papas da primeira metade do século XVI?
Pio III (1503), Júlio II (1503-1513), Leão X (1513-1521), Adriano VI (1522-1523), Clemente VI (1523-1534), Paulo III (1534-1549), Júlio III (1549-1555)

Isto mata a charada: durante o período 1523-1524 muitas crianças devem ter sido batizadas com o nome de Clemente. Depois, tiveram filhos de sobrenome Clemente, e aí a família começou...