Faça uma busca

Google
 

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Evolução 3: Pairando há tempos




Paleontólogos descobriram na Mongólia Interior, província da China, um curioso fóssil batizado de Volaticotherium antiquum. Este mamífero primitivo, com cerca de 130 milhões de anos de idade, viveu no limite entre o Jurássico Superior e Cretáceo Inferior, e foi possível identificar graças ao ótimo estado de conservação que possuía uma membrana entre as patas, permitindo-o planar. Tal adaptação não é incomum nos mamíferos, existindo hoje nos esquilos-voadores, lêmures-voadores e filandras-voadoras. Mas é a primeira vez que descobre-se tal modo de transporte num mamífero tão primitivo e antigo, em plena Era Mesozóica.

O anima é tão diferente que foi colocado numa ordem só para ele: Volaticotheria, e acredita-se haver um parentesco distante com os mamíferos Multituberculados, um grupo extinto que ocupava o nicho ecológicos dos roedores no Mesozóico, e que ainda persistiram até meados da Era Cenozóica.


Nenhum comentário: