Faça uma busca

Google
 

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Evolução 24: Vectipithex, um novo gênero de primatas primitivos

Os omomiídeos (Omomyidae) eram um grupo de primatas muito primitivos, de aspecto vagamente semelhante aos atuais társios e lórises, que espalhavam-se pelas florestas tropicais e subtropicais que cobriam todo o Hemisfério Norte durante o Eoceno, durando até a época subseqüente do Oligoceno (ou seja, de cerca de 55 até uns 30 milhões de anos atrás). Suas características indicam que provavelmente eram aparentados aos remotos ancestrais comuns dos társios modernos e dos macacos. Compreendem dezenas de gêneros, e uma de suas subfamílias eram os Microqueríneos (Microchoerinae), constituídos por inúmeras espécies endêmicas do Eoceno da Europa.
Palentólogos erigiram um novo gênero, Vectipithex (de Vecti-, nome latino da ilha inglesa de Wight, e pithex, "macaco", em grego), cuja espécie-tipo é a recém-classificada Vectipithex smithorum. Além desta, o gênero foi extendido para incluir mais 3 espécies já conhecidas: V. ulmensis (antes incluída no gênero Protoadapis da família Adapidae); V. quayley e V. raabi (ambas as últimas incluídas anteriormente no gênero afim Nannopithex). Com a reclassificação destas espécies, o gênero abrange espécies cuja faixa temportal estendia-se do início do Eoceno Médio até o final do Eoceno Superior. O estudo, publicado na edição de outubro do Journal of Vertebrate Paleontology, mostra que da diversificação dos Microchoerinae deu-se num período relativamente curto. Outros gêneros muito próximos ao Vectipithex eram os já conhecidos Microchoerus, Necrolemur e Nannopithex.

Hooker JJ, Harrison DL (2008) A New Clade of Omomyid Primates from the European Paleogene. Journal of Vertebrate Paleontology: Vol. 28, No. 3 pp. 826–840

Nenhum comentário: