Faça uma busca

Google
 

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Evolução 61: Uma enxurrada de dinossauros australianos

Três novos dinossauros foram anunciados na Formação Winton, datada do Cretáceo Superior (Albiano) da Austrália: Wintonotitan wattsi, Australovenator wintonensis e Diamantinasaurus matildae. A descoberta fornece novas pistas para entendermos a paleogeografia da região e a relação da fauna australiana com as de outras partes do supercontinente de Gondwana, já que os dinossauros pertencem a grupos bem representados na América do Sul, Índia e África, dentre outros lugares.



O Australovenator era um carnívoro terópode e alossauróide, cujas características o colocam como um membro extremamente primitivo próximo à base da família do carcarodontossaurídeos (Carcharodontosauridae).



O Wintonotitan e o Diamantinasaurus eram saurópodes, enormes dinossauros herbívoros do subgrupo dos titanossáurios, sendo o primeiro mais arcaico, e o segundo de características mais "avançadas".

Nenhum comentário: