Faça uma busca

Google
 

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Evolução 71: Era uma vez três leões (ou dois?)

Novos estudos sobre o imponente leão-americano (Panthera atrox) sugerem que ele talvez não seja tão "leão" assim, sendo talvez mais uma espécie aparentada à onça. A relação entre o extinto "leão" da América do Norte e o atual (Panthera leo) já havia sido mencionada uma postagem anterior (Evolução 46), e agora a distância entre ambos - que já chegaram a ser considerados como partes de uma única espécie - parece cada vez maior, conforme o cladograma genealógico sugerido por estudo publicado no Journal of Vertebrate Paleontology. A origem da "pantera-atroz" estaria talvez nos mesmos ancestrais que deram origem à onça sul-americana, a qual teve subespécies pré-históricas extintas no Velho Mundo (Panthera onca toscana) e na América do Norte (Panthera onca augusta), possivelmente derivados de uma espécie eurasiática extinta de grande felino, a Panthera gombaszoegensis.

Christiansen, Per e John M. Harris (2009). Craniomandibular Morphology and Phylogenetic Affinities of Panthera atrox: Implications for the Evolution and Paleobiology of the Lion Lineage. Journal of Vertebrate Paleontology 29(3):934-945. 2009
doi: 10.1671/039.029.0314

Nenhum comentário: