Faça uma busca

Google
 

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Evolução 96: Ghamidtherium, o enigma

Batizado de Ghamidtherium dimaiensis, um novo gênero mamífero foi encontrado no sítio paleontológico de Birket Qarun, no Eoceno Superior do Egito. Os restos muito fragmentários possuem uma combinação insólita de caracteres que podem ser apontados tanto como morcegos como marsupiais. Embora provisoriamente apresentado como um marsupial aberrante, não está descartada a possibilidade que seja um quiróptero. O sítio de Birket Qarun (Fayum) é famoso pela diversidade de espécies de mamíferos, que inclui dentre outros, primatas, hienodontes, antracotérios, roedores, mastodontes primitivos e hiracóides.


SÁNCHEZ-VILLAGRA, M.R.; SEIFFERT, E.R.; MARTIN, T.; SIMONS, E.L.; GUNNELL, G.F. & ATTIA, Y. 2007. Enigmatic new mammals from the late Eocene of Egypt. - Palaontologische Zeitschrift 81 (4): 406-415,4 figs., Stuttgart, 31.12. 2007.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Evolução 95: novidades para os Alvarezsauridae

Os Alvaressaurídeos (Alvarezsauridae) eram um grupo de pequenos dinossauros, considerados como aves primitivas quando descobertos, mas que depois passaram ser considerados como parentes dos dinossauros-avestruzes, ou dos manirraptores (Maniraptora), o grupo de dinossauros que incluía os temíveis velocirráptores e os ancestrais das aves. Os primeiros fósseis eram do Cretáceo Superior da Mongólia (Mononykus), mas depois foram encontrados diversos novos integrantes do grupo na América do Sul (Alvarezsaurus, Patagonykus), justamente os mais primitivos, o que levou à inevitável conclusão que sua origem era no supercontinente austral de Gondwana. Uma nova espécie, recém-descoberta e ainda não batizada formalmente, foi achada nos terrenos da Formação Shishugou, na China, no Jurássico Superior (Oxfordiano).
Com a nova descoberta, a posição taxonômica deste grupo parece consolidar-se como um ramo extremamente basal dentro dos Maniraptora, com uma origem no Jurássico Médio asiático, onde ficaram isolados até o comecinho do Cretáceo, quando parece ter havido uma difusão através do arquipélago que formava a Europa na direção da África, de onde atingiram a América do Sul.
Esta família de pequenos dinossauros, que alguns acreditam que talvez fossem mirmecófagos com os tamanduás, estão presentes na América do Sul pelo menos desde o Turoniano, até o Maastrichtiano com diversos gêneros já descritos, dentre os quais Alvarezsaurus, Patagonykus, Achillesaurus, e seus congêneres na Ásia só eram conhecidos a partir do Santoniano, com diversas espécies em quatro gêneros até o presente momento: Kol, Shuvuuia, Parvicursor, Ceratonykus, Mononykus. O único membro norte-americano era o diminuto Albertonykus borealis, do Campaniano canadense, que pelo seu isolamento talvez fosse um imigrante tardio da Ásia. Talvez estivessem presente no final do Cretáceo europeu, se os supostos celurossáurios da Transilvânia, Elopteryx e Heptasteornis, tiverem seu status de alvaressaurídeos confirmados. Outro dinossauro para o qual foi sugerida uma inclusão neste grupo é o enorme Rapator ornitholestoides, do Cretáceo Inferior australiano, mas sua posição taxonômica ainda é polêmica. Esperamos que futuras descobertas elucidem a correta paleozoogeografia do grupo, especialmente quanto à sua presença na África, Índia, sul da Europa e Oeste da Ásia.

Evolução 94: O Festival dos Tiranos continua


As descobertas sobre a evolução dos tiranossauros continuam, fazendo de 2009 o Ano do Tyrannosaurus! Desta vez não se trata de uma espécie nova, já que o Proceratosaurus bradleyi foi descoberto em 1910. Durante muito tempo considerado como um ancestral do Ceratosaurus norte-americano (daí seu nome), este simpático e magricela dinossauro carnívoro, com o acúmulo de maiores dados passou a ser mais convenientemente classificado como um dos mais antigos e primitivos membros do grupo cujo ápice foi o gigantesco Tyrannosaurus rex do Cretáceo norte-americano. Em um trabalho atualíssimo, o Proceratosaurus ganhou um estudo pormenorizado que confirma o status de membro primitivo do clado dos tiranossauróides (Tyrannosauroidea), constituindo a família dos Proceratosauridae, juntamente com o Guanlong wucaii. A consolidação desta nova família de tiranossauróides basais permite visualizar as origens do grupo no supercontinente setentrional da Laurásia, com um integrante europeu, o Proceratosaurus (Inglaterra, Batoniano) e um asiático, o Guanlong (China, Oxfordiano), ambos no Jurássico Médio.




Cranial osteology and phylogenetic position of the theropod dinosaur Proceratosaurus bradleyi (Woodward, 1910) from the Middle Jurassic of England. 2009. O. Rauhut, et a. Zool. J. Linn. Soc. Published Online: 4 Nov 2009

domingo, 1 de novembro de 2009

Genealogia 455: Pereira da Luz em Laguna

Primeira Geração

1. Catarina Machado nasceu em Norte Grande, ilha de São Jorge.

Catarina casou-se com Antônio Pereira da Luz, filho de Manuel Pereira da Luz e Luzia Silveira. Antônio nasceu em 8 janeiro 1711 em Almeida, Santo Amaro, ilha de S.Jorge e foi batizado1 em 11 janeiro 1711 em Almeida, Santo Amaro, ilha de S.Jorge. Ele faleceu em 20 janeiro 1797 em Santo Antônio-RS.

Eles tiveram os seguintes filhos

2 F i. Maria nasceu em 21 maio 1739 em Norte Grande, ilha de S.Jorge e foi batizada em 24 maio 1739.

+ 3 M ii. Manuel Pereira da Luz nasceu em 22 novembro 1741 e faleceu em 7 fevereiro 1802.

+ 4 F iii. Bárbara de Jesus nasceu em 4 dezembro 1744.

5 M iv. João nasceu em 2 março 1748 em Norte Grande, Ilha de São Jorge (Açores) e foi batizado em 4 março 1748 em Norte Grande, Ilha de São Jorge (Açores).

6 F v. Luzia nasceu em 16 março 1749 em Norte Grande, ilha de São Jorge e foi batizada em 17 março 1749 em Norte Grande, ilha de São Jorge .

7 F vi. Rosa nasceu em 4 setembro 1751 em Norte Grande, Ilha de São Jorge e foi batizada em 6 setembro 1751 em Norte Grande, Ilha de São Jorge .

Fontes

1. Arquivo Pessoal de Carmen de Souza Soares Reis.


Segunda Geração

3. Manuel Pereira da Luz1 (Catarina) nasceu em 22 novembro 1741 em Norte Grande, Ilha de São Jorge. Ele faleceu em 7 fevereiro 1802 em Santo Antônio-RS.

Manuel casou-se com Ana Maria em Laguna-SC?.

Eles tiveram os seguintes filhos

8 M i. José Pereira da Luz2 nasceu cerca de 1768 em Imbituba-SC (Santana de Vila Nova).

José casou-se com Ana Joaquina, filha de Francisco Inácio Rodrigues e Teresa Felícia. Ana nasceu em Ilha do Faial.

9 F ii. Maria Joaquina da Conceição3 nasceu em Laguna-SC.

Maria casou-se com João Teixeira Nunes, filho de Antonio Teixeira Nunes e Ana Pereira. João nasceu em Laguna-SC.

10 F iii. Ana Maria da Conceição4 nasceu em Laguna-SC.

Ana casou-se com André Soares Vieira, filho de José Soares e Maria Pereira. André nasceu em 1779 em S.Antonio-RS.

11 M iv. Manuel Pereira da Luz (Neto)5 nasceu c.1772 em Laguna-SC.

Manuel casou-se com6 Maria Joaquina, filha de Amaro Teixeira e Rita Catarina, em 25 outubro 1802 em Santo Antônio-RS. Maria nasceu em Santo Antônio-RS.

12 F v. Catarina Maria7 nasceu em Vila Nova, Laguna-SC.

Catarina casou-se com João Pereira Vieira, filho de Antônio Pereira Vieira e Maria de Jesus.

4. Bárbara de Jesus (Catarina) nasceu em 4 dezembro 1744 em Norte Grande, Ilha de São Jorge e foi batizada em 6 dezembro 1744 em Norte Grande, Ilha de São Jorge .

Bárbara casou-se com Mateus Pereira Maciel8, filho de Matias Pereira Maciel e Suzana Machado de Sequeira. Mateus nasceu em Rosais, ilha de S.Jorge.

Eles tiveram os seguintes filhos

13 F i. Maria da Trindade nasceu c.1764 em Santana da Vila Nova, Laguna-SC.

Maria casou-se com Manuel José Vieira, filho de Manuel Vieira e Isabel Teixeira. Manuel nasceu em 21 março 1762 em Rio Grande-RS.

14 M ii. Manuel José Maciel nasceu c.1764 em Florianópolis-SC.

Manuel casou-se com Francisca Maria, filha de André Machado Ferreira e Maria Tomásia de Santo Antonio. Francisca nasceu em Santa Catarina.

15 F iii. Antônia Maria de Jesus nasceu c.1775 em Santana da Vila Nova, Laguna-SC.

Antônia casou-se com Floriano José Rodrigues, filho de José Vieira Rodrigues e Rosa Leonarda, em 30 janeiro 1804 em S.Antonio-RS. Floriano nasceu em Santa Catarina.

16 F iv. Joaquina foi batizada em 19 fevereiro 1779 em S.Antonio-RS .

17 M v. Francisco Pereira Maciel nasceu em S.Antonio-RS e foi batizado em 13 junho 1782 em S.Antonio-RS.

Francisco casou-se com Inácia Pereira, filha de José Soares e Maria Pereira. Inácia nasceu em S.Antonio-RS.

18 M vi. José Pereira Maciel nasceu em 19 maio 1785 em S.Antonio-RS.

José casou-se com Maria Joaquina, filha de José Pereira Gomes e Catarina Maria do Rosário, em 3 setembro 1810 em S.Antonio-RS. Maria nasceu em Osório-RS.

19 M vii. (?) João Pereira Maciel nasceu em Imbituba-SC (Santana da Vila Nova). Ele

faleceu9 em 15 maio 1839 em Santo Antônio-RS.

João casou-se com Maria Silveira Borges.

Fontes

1. DOMINGUES, Moacyr, Antigas Famílias Patrulhenses: presença açoriana, in BARROSO, Vera Lucia Maciel (org.), Presença Açoriana em Santo Antônio da Patrulha, pg.181.

2. DOMINGUES, Moacyr, Antigas Famílias Patrulhenses: presença açoriana, pag 181.

3. DOMINGUES, Moacyr, Antigas Famílias Patrulhenses: presença açoriana, pag 181.

4. DOMINGUES, Moacyr, Antigas Famílias Patrulhenses: presença açoriana, pag 181.

5. DOMINGUES, Moacyr, Antigas Famílias Patrulhenses: presença açoriana, pag 181.

6. DOMINGUES, Moacyr, Antigas Famílias Patrulhenses: presença açoriana, pg. 181.

7. DOMINGUES, Moacyr, Antigas Famílias Patrulhenses: presença açoriana, pag 181.

8. DOMINGUES, Moacyr, Antigas Famílias Patrulhenses: presença açoriana, pag 190. Titular.

9. Arquivo Pessoal de Gilson Justino da Rosa, 19 abr 2006.