Faça uma busca

Google
 

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Evolução 158: Bauxitornis, mais uma ave no Cretáceo húngaro

Bauxitornis mindszentyae é o nome atribuído à nova espécie de ave fóssil descoberta na Formação Csehbánya, no Cretáceo Superior (Santoniano), de parentesco ainda incerto, apesar da sugestão de um parentesco com as Enantiornithes dos gêneros norte e sul-americanos Avisaurus e Soroavisaurus. Outros restos fragmentários descritos na mesma localidade parecem pertencem a duas outras espécies, uma similar à Martinavis, e outra com caracteres semelhantes aos gêneros Sinornis, da China, e Concornis, da Espanha.
Ainda que aves mesozóicas de porte relativamente grande, como as referidas Martinavis e Bauxitornis, fossem capazes de transpor enormes distâncias voando, as similaridades entre as espécies húngaras e as sul-americanas (caso se confirme seus status como enantiórnite) reforçam ainda mais as evidências de uma conexão norte-sul entre as faunas do Cretáceo europeu, corroborada pela presença de muitos elementos gondwânicos na Europa, tais como tartarugas botremidídeas (Bothremydidae) , crocodilomorfos sebecossúquios (Sebecosuchia) e prováveis dinossauros abelissauróides, todos já presentes na Europa mediterrânea em pleno período Santoniano, com diversas formas anãs de saurópodes com afinidades meridionais nos terrenos mais recentes do Campaniano e Maastrichtiano do arquipélago europeu.


A review of Late Cretaceous fossil birds from Hungary
Geological Journal
Volume 45, Issue 4, Date: July/August 2010, Pages: 434-444
Gareth J. Dyke, Attila Odblacsi
Abstract | References | Full Text: PDF (423K)

Nenhum comentário: