Faça uma busca

Google
 

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Evolução 213: Patagoniaemys gasparinae

Uma nova espécie de tartaruga, Patagoniaemys gasparinae, foi descoberta no sítio paleontológico de La Colonia, província argentina de Chubut, em época datada do Campaniano-Maastrichtiano, divisões do Cretáceo Superior. A análise filogenética do fóssil pelos cientistas que a descreveram a coloca como parente próxima da tartaruga australiana Otwayemys cunicularius e do fóssil mongol Mongolochelys efremovi, que juntos estariam como grupos afins da tartarugas meiolanídeas (Meiolaniidae), uma família extinta de grandes tartarugas terrestres do hemisfério sul, que sobreviveram até serem contemporâneas os primeiros homens da Austrália e Nova Caledônia, mas com fósseis bem mais antigos também no sul da América do Sul. A ilustração abaixo refere-se à espécies Meiolania platyceps, e não à espécie recém-descoberta que era bem menor e muito mais antiga (cerca de 80-70 milhões de anos).
É digno de nota a existência de um parentesco suposto entre tartarugas gondwânicas (América do Sul e Austrália) e centro-asiáticas, um padrão visto também em dinossauros titanossáurios (Titanosauria) e alvaressaurídeos (Alvarezsauridae), indicando algum tipo de conexão paleobiogeográfica.

Fonte:
A new turtle from the La Colonia Formation (Campanian–Maastrichtian), Patagonia, Argentina, with remarks on the evolution of the vertebral column in turtles. JULIANA STERLI & MARCELO S. DE LA FUENTE. PalaeontologyVolume 54, Issue 1, pages 63–78, Janeiro 2011

Nenhum comentário: