Faça uma busca

Google
 

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Evolução 84: Diplodocídeos na Ásia?

Ainda não tem o nome a nova espécie de dinossauro descoberta na Formação Qingshan, na província chinesa de Shandong, mas ela já está provocando sensação. Tudo indica tratar-se dos restos fossilizados de um saurópode diplodocídeo (Diplodocidae), família bem conhecida no Jurássico Superior, graças a fósseis espalhados pela América do Norte, Europa e África, dentre os quais os famosos Diplodocus, Barosaurus e Apatosaurus (ex-Brontosaurus). Antes julgava-se que esta família tornara-se extinta no início do Cretáceo, há cerca de 140 milhões, restando apenas algumas famílias aparentadas, como os Rebaquissaurídeos (Rebbachisauridae) e Dicreossaurídeos (Dicraeosauridae), encontradas principalmente em terrenos gondwânicos no Brasil (o Amazonsaurus, Argentina e diversas partes da África.
Com a descoberta de um possível diplodocídeo no Cretáceo Inferior da Ásia, aumenta a suspeita de que a família sobreviveu nos continentes do Hemisfério Norte por um pouco mais de tempo do que se suspeitava. Outros candidatos a diplodocídeos foram achados em Portugal e na Inglaterra, o que aumenta a suspeita de que eles realmente foram um componente importante das faunas eurasiáticas há mais de 100 milhões de anos atrás.
O leste da Ásia passou por um período de isolamento no final do período Jurássico, o que é comprovado pela existência de uma rica fauna endêmica característica, que incluía apenas saurópodes autóctones como os chineses Mamenchisaurus e Omeisaurus, estando ausentes os dinossauros mais avançados do clado derivado dos Neossaurópodes (Neosauropoda), que incluía todos os grupos dominantes a partir do final do Jurássico até o Cretáceo, tais como os Diplodocóides e os Braquiossaurídeos, Camarassaurídeos e Titanossáurios. Todos os outros continentes formavam uma imensa massa chamada Neopangéia.
O isolamento parece ter chegado ao fim no início do Cretáceo, o que vem sendo confirmando pela presença de grupos de origem neopangéica na Ásia, tais como diplodocídeos, braquiossaurídeos, (Qiaowanglong), titanossáurios, todos neossaurópodes. A evidência ganha mais força se acrescentarmos outros grupos de dinossauros e vertebrados, tais como os terópodes Espinossaurídeos e Carcharodontosaurídeos (Shaochilong), Mamíferos Térios, Aves e muitos outros.


Upchurch, P. & P. D. Mannion (2009). The first Diplodocid from Asia and its implications for the evolutionary history of Sauropod Dinosaurs. Palaeontology (no prelo).
Wilson, J. A. & P. Upchurch (2009). Redescription and reassessment of the phylogenetic affinities of Euhelopus zdanskyi (Dinosauria: Sauropoda) from the Early Cretaceous of China. Journal of Systematic Palaeontology 7 (2): 199–239 Issued 26 May 2009

Nenhum comentário: