Faça uma busca

Google
 

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Evolução 115: Bos buiaensis, o touro ancestral

Bos buiaensis representa um intermediário entre los búfalos africanos extintos do gênero Pelorovis, e o auroque, a forma selvagem original dos bovinos domésticos, Bos primigenius. Um crânio fóssil, com chifres de dois metros de envergadura, foi encontrado na localidade de Buia, na Eritréia, África Oriental, em terrenos de um milhão de anos de idade, junto com restos humanos, o que indica que tantos homens quanto bois realizaram uma migração paralela da África para a Europa por volta de 800.000 anos atrás. Outras espécies que podem ter seguido a mesma rota foram o leão (Panthera leo), o leopardo (Panthera pardus), a hiena-malhada (Crocuta crocuta), e o elefante-de-presas-longas (Palaeoloxodon antiquus), conforme atestam achados no sítio de Gesher Benot Ya'aqov, em Israel.

Fonte: Aragosaurus

Martínez-Navarro, B., Rook, L., Papini, M., Libsekal, Y. A new species of bull from the Early Pleistocene paleoanthropological site of Buia (Eritrea): Parallelism on the dispersal of the genus Bos and the Acheulian culture. Quaternary International, doi:10.1016/j.quaint.2009.09.003

Martínez-Navarro, B. & R. Rabinovich. The fossil Bovidae (Artiodactyla, Mammalia) from Gesher Benot Ya'aqov, Israel: out of Africa during the Early-Middle Pleistocene transition. Journal of Human Evolution (in Press, on-line 17/06/2010)

Nenhum comentário: