Faça uma busca

Google
 

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Genealogia 473: Agostinho Rodrigues e Paula Ferreira, em Nove Ribeiras

Em Genealogia 472, aventei a hipótese de que Luís Ferreira Velho, cujo casamento não foi descoberto devido a lacunas nos registros, seria filho de Agostinho Rodrigues e Paula Ferreira. Comecei a levantar os batismos dos filhos do casal, na esperança de achar um filho Luís. Minha hipótese ficou cada vez mais consistente até que finalmente descobri o casamento de Luís Ferreira Velho na freguesia vizinha de S. Jorge das Doze Ribeiras.

1- EMERENCIANA (1.ª de nome), batizada em 14/5/1664 (Site do Centro de Conhecimento dos Açores, Registos Paroquiais, pg. 68), filha do sapateiro Agostinho Rodrigues e de Paula Ferreira. Padrinhos: o Vigário Luís Pereira, que fez o assento, e Margarida vieira filha do carreiro Manuel Lucas.
2- MARIA, batizada em 5/10/1665 (Site do Centro de Conhecimento dos Açores, Registos Paroquiais, pg. 83), filha de Agostinho Rodrigues e de Paula Ferreira. Padrinhos: o Padre Manuel Vieira, e Bárbara Lucas filha do carreiro Manuel Lucas.
3- LUÍS FERREIRA VELHO, batizado em 6/2/1667 (Site do Centro de Conhecimento dos Açores, Registos Paroquiais, pg. 104), filha de Agostinho Rodrigues e de Paula Ferreira. Padrinhos: João Ferreira, filho do carreiro Manuel Lucas, e Beatriz Fernandes, mulher de Gabriel Machado.
>Transcrição ipsis litteris: "Em os seis dias do mes de fevereiro do anno de mil seis sentos e sessenta e sete nesta Ig.ra de Santa Barbara das nove R.as Baptisei a LUIS f.º de Augostinho Roiz e Paula ferreira forão Padrinhos João ferreira f.º de Manoel Lucas carreiro e Breatis frz m.er de Gabriel Machado todos freguezes dessa freguezia e pera que [...] fis este termo no dia mes e era ut Sup. = O Cura Pedro Gonsalves Machado" (tudo parece indicar o Luís Ferreira Velho)
4- EMERENCIANA (MERENÇIANA), 2ª de nome, batizada em 11/1/1671, (Site do Centro de Conhecimento dos Açores, Registos Paroquiais, pg. 157), filha de Agostinho Rodrigues e Paula Ferreira, seus padrinhos foram o serralheiro Bartolomeu Rodrigues, freguês da Sé de Angra, e Margarida Vaz, filha do carreiro Manuel Lucas.
5- JOÃO, batizado em 3/2/1674, (Site do Centro de Conhecimento dos Açores, Registos Paroquiais, pg. 16), filha de Agostinho Rodrigues e Paula Ferreira, seus padrinhos foram o padre Francisco de Souza, e Bárbara Lucas, filha do carreiro Manuel Lucas.

Nenhum comentário: