Faça uma busca

Google
 

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Evolução 148: Dimaitherium, um hiracóide primitivo no Egito

A Formação Birket Qarun no Egito situa-se na depressão conhecida como Fayum, e é um dos mais importante sítios paleontológicos do país. Famosa por sua fauna de mamíferos do Eoceno Superior (Priaboniano), ali foram descobertas muitas espécie fósseis de hiracóides, ordem que atualmente só conta com poucas espécies conhecidas como damões ou hiraxes, semelhantes a marmotas, restritos à África e a regiões montanhosas do Oriente Próximo. No Eoceno, a variedade no grupo era muito maior, e algumas espécies fósseis chegavam ao porte de uma vaca, ocupando diversos nichos ecológicos. A nova espécie recém-batizada, Dimaitherium patnaiki, tem característica bem mais primitivas que seus comtemporâneos, e as evidência recolhidas dos ossos dos membros indica que tratava-se de um ágil escalador. A análise comparativa desta nova espécie com outras mais antigas, chamadas provisoriamente de "Megalohyrax" gevini, "Titanohyrax" mongereaui e "Titanohyrax tantulus", recomenda que a atribuição destas espécies, do Eoceno Inferior do norte da África, a estes gêneros é equivocada.


Barrow, Seiffert and Simons, 2010. A primitive hyracoid (Mammalia, Paenungulata) from the early Priabonian (Late Eocene) of Egypt . Journal of Systematic Palaeontology. 8(2), 213-244.

Nenhum comentário: