Faça uma busca

Google
 

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Evolução 189: "Probarodiplodocus" e a revolução diplodocídea

Uma nova espécie de saurópode, cujos restos foram encontrados na Pedreira Dana, nos estratos mais inferiores da Formação Morrison, no oeste americano, foi designada informalmente como Amphicoelias brontodiplodocus ou Probarodiplodocus brontodiplodocus. Os caracteres primitivos apontam para traços ancestrais de alguns dos famosos dinossauros da Formação Morrison, Barosaurus, Apatosaurus (Brontosaurus) e Diplodocus, todos da família dos diplodocídeos (Diplodocidae), como está patente em seu nome. Os autores que descreveram a nova espécie sugerem uma hipótese revolucionária para o estilo de vida dos diplodocídeos: em vez de simples herbívoros terrestres, mastigando folhas no topo das árvores, seriam habitantes das margens dos lagos e rios, onde filtrariam matéria vegetal flutuante com seus dentes em forma de pinos. O artigo também traz a polêmica proposta de que todos os diplodocídeos da Formação Morrison são congenéricos, sendo as diferenças entre o Apatosaurus e o Diplodocus, por exemplo, diferenças entre machos e fêmeas, respectivamente.
O referido artigo não foi oficialmente publicado em uma revista científica, e vem sendo contestado por muitos dos especialistas na área, assim, sejamos cautelosos quanto à validade da nomenclatura e quanto a razoabilidade das diversas hipóteses levantadas.

Galiano, H. and Albersdorfer, R. (2010). "A new basal diplodocid species, Amphicoelias brontodiplodocus, from the Morrison Formation, Big Horn Basin, Wyoming, with taxonomic reevaluation of Diplodocus, Apatosaurus, and other genera." Dinosauria International, LLC. 44pp.

Nenhum comentário: